pacotes

Roteiros com luxo? Adrenalina do início ao fim? Um banho de cultura? Diversão sem moderação? Viagem de compras? Seja qual for o seu destino, a sua viagem ideal está na Açoriana.

encontre seu pacote ideal

ver outros pacotes

SURF EM PUNTA HERMOSA - PERU

2017

 

 

O Peru, oficialmente chamado de República do Peru, locazliza-se na América do Sul é limitado ao norte pelo Equador e pela Colômbia, a leste pelo Brasil e pela Bolívia e ao sul pelo Chile. O seu litoral, a oeste, é banhado pelo Oceano Pacífico. Sua capital é a cidade de Lima.

O Peru, sem dúvida, é um dos melhores destinos do mundo para uma surf-trip. São mais de 3.000 Km de costa, possuindo uma infinidade de ondas perfeitas e muito constantes, de todos os níveis. Além do surfe, é um país que tem muito a oferecer em termos de cultura, gastronomia, artes e compras, para quem procura outros interesses além do surfe.O Peru é um dos países mais visitados pelos Brasileiros, já que possui uma infinidade de ondas perfeitas e constantes que quebram durante o ano todo e fica a apenas 4 horas de vôo das principais cidades do Brasil.

Embora o berço do surf moderno esteja associado com as ilhas havaianas, no meio do Oceano Pacífico, desde os tempos antigos os primeiros povos peruanos vem tentando "montar" as ondas para pode pescar. As origens do surf tem duas versões: uma que indica o seu início na Polinésia, e outra que indica o início do esporte na costa norte  Peruana. Esta última versão é baseada nas peças de cerâmica pré-Inca da cultura Mochica, que mostra (aparentemente) homens sobre madeiras, tentando atravessar as ondas.  Ainda que esta última seja uma das versões mais difundidas, nenhuma das versões puderam ser confirmadas.O que é realidade, e ainda hoje pode ser visto nas praias ao norte do Peru, são os famosos "caballitos de totora" pequenos barcos que se parecem um pouco com a prancha de surf, feitos de caules e folhas de "totora", uma planta herbácea aquática, que ainda hoje alguns  pescadores os usam para a pesca artesanal por seu fácil manejo. O surfe moderno se inicia no Peru no começo da década de 40 quando um jovem chamado Carlos Dogny Larco traz em um barco a primeira prancha de surfe, vinda do Hawaii, onde havia aprendido as tecnicas deste esporte. Após retornar ficou estudando onde encontraria ondas similares às que havia surfado em Waikiki (Hawaii), e se deparou com a incrível surpresa de que as melhores ondas estavam justo em frente a sua casa em Lima, na praia de Miraflores! Como naquela época o mais importante para uma onda era que ela fosse longa, as praias da Costa Verde de Lima, resultaram perfeitas para esta necessidade. Um dia as pessoas na praia ficaram maravilhadas de ver como este jovem parava sobre as águas, como se fosse um rei mitológico. Era algo completamente fora do comum. Houve ocasiões em que pessoas pensavam que se tratava da aparição de algum santo, de algo milagroso, até que se convenceram que se tratava de um simples jovem deslisando na onda em uma enorme tábua de madeira.

As regiões de surfe no Peru podem ser divididas em três:
- Lima e praias próximas, onde as ondas são super constantes e grandes no inverno;
- Região central que se divide em Chicama e Pacasmayo onde é possível surfar as esquerdas mais extensas do mundo; 
- Região norte com Lobitos, Los Organos e Mancora que possui várias ondas de ótima qualidade e um clima mais ameno.

A região de Punta Hermosa fica a cerca de 40 Km ao sul de Lima, é um balneário de veraneio e de pescadores que fica praticamente deserto durante o inverno, e lotado nos finais de semana de verão. É um lugar que mistura casas de praia luxuosas pertencentes à classe alta de Lima com extrema pobreza na região próxima ao centrinho, e não tem muito a oferecer se não a própria praia e as festas. Acontece, porém, que esse balenário também é a porta de entrada para uma das regiões de surf mais constantes do planeta. sendo uma das principais regiões de surfe do Peru, contando  com diversos picos clássicos como Punta Rocas, La Isla, Señoritas, Caballeros, El Paso, El Silêncio, Arica, e também 3 dos melhores picos de ondas gigantes da América do Sul: Pico Alto, Kon Tiki e Peñascal. Adicionalmente, Punta Hermosa serve como base também para quem quer surfar os picos mais ao sul, como Puerto Viejo, Cerro Azul e Pepinos. A região é muito constante. É difícil não ter onda. Quando entram os grandes swells de sul, é a alegria dos big riders. A maioria das ondas são no outside e com bastante volume d\'água. Por isso, prepare uma prancha maior para ir surfar esta região, pois se levar as merrequeiras, elas certamente só irão para passear.

galeria de imagens

 Picos de surfe da região:
 

  • Arica: localizada no Km 35 da Panamericana Sur, é uma praia aberta e ao largo dela quebram vários picos de direitas e esquerdas. No lado sul, em uma formação de pedras, quebram boas direitas;
  • El Silêncio: quando nas praias mais ao sul da região as ondas estão grandes, no Km 38 quebra uma direita sobre pedras bem afiadas. Não é tão constante e normalmente não é muito longa, mas dependendo da direção e do tamanho do swell, pode ser uma boa opção quando tudo está "over" mais ao sul;Onda hot dog, pico dos bodyboarders peruanos.
  • Caballeros: Localizada no extremo norte da baía que forma junto com o pico de Señoritas. É uma direita que quebra sobre fundo de pedras e que apresenta boa constância o ano todo; Direita hot dog perfeita.
  • Señoritas: É uma onda clássica da região de Punta Hermosa, quebrando de 3 a 10 pés, e que funciona melhor em maré baixa subindo. É uma esquerda potente em fundo de pedras;Esquerda sobre pedras, rápida e perigosa.
  • Pico Alto: Local para surfar montanhas gigantes de água,  é o point que não se deve deixar de visitar. È a maior onda da América do Sul e uma das maiores do mundo. Representa no Peru a essência do surfe em ondas grandes. Quebra a 1,5 Km da costa e pode chegar a ter mais de 30 pés de altura, proporcionando um longo percurso de surfe. A maioria das ondas são direitas, mas podem aparecer boas esquerdas também;
  • El Paso: Praia ao norte de La Isla, tendo uma onda de grande qualidade, mas não tão constante. É uma direita potente que quebra sobre um fundo de pedras, suportando até 12 pés de onda.
  • La Isla: É uma onda clássica da zona de Punta Hermosa. Funciona o ano todo, sendo uma das ondas mais consistentes do Peru, uma vez que recebe todas as direções de swell. O point fica um pouco ao lado da ilha que está unida artificialmente ao continente por um molhe. É uma direita muito longa, com um drop fácil e várias sessões bem diferenciadas, com partes mais paradas e outras com uma parede com bastante força. O fundo é um reef de pedras, mas que não apresenta dificuldades.
  • Kon Tiki: Localizada no meio da baía de La Isla, delimitada por Punta Rocas ao sul e La Isla ao norte. A onda é um outer reef, de grande profundidade. Quebra a 400 metros da costa e por isso que a remada para entrar e sair é puxada. Obviamente, para  surfar aqui tem que estar em grande estado físico e ter experiência em ondas grandes. A onda funciona a partir dos 10 pés e segura até 20 pés. As pranchas que se utilizam aqui são as mesmas que para Pico Alto, ou seja, guns de mais de 8 pés.As ondas são direitas e esquerdas longas, fortes e surpreendentes, pois nem sempre quebram no mesmo local. Elas vem com muita água e suas fortes espumas podem arrastar o surfista por um bom tempo e um longo trajeto. Como se isto fosse pouco, há uma forte corrente com direção à zona de impacto e geralmente não há crowd. As vezes a situação aqui pode converter-se em uma experiência bastante perigosa; Point de esquerdas e direitas em que começam a funcionar quando o swell passa dos 6 pés, onda localizada no outside entre La Isla e Punta Rocas.
  • Punta Rocas: está localizada no Km 46 da Panamerica Sur, onde há um pórtico como indicador. Este é um lugar histórico para o surfe do Peru, já que foi ali onde em 1969, quando era realizada uma das etapas do circuito mundial, o peruano Felipe Pomar se consagrou campeão mundial de surfe, convertendo-se assim, no único sul-americano a alcançar este feito.
  • Punta Rocas é uma onda oceânica sobre uma bancada de pedras. É uma longa remada até se chegar no point. Neste lugar, quebram tanto direitas como esquerdas, porém, a melhor e a clássica de Punta Rocas é a direita. É uma onda que proporciona um longo percurso ao surfista e, além disso, é um dos picos mais constantes do Peru, quiças do mundo ! Sempre tem onda em Punta Rocas ! O tamanho da onda varia de 3 à 15 pés, e é recomendável sempre surfar de prancha grande, de 6/"5 à 8, devido ao fato de ser uma onda com muita potência e volume de água, mesmo nos dias menores. Provavelmente a onda mais constante do Peru, quando os picos da região estào flat, lá é sempre possivel encontrar ondas de 1 metro no pico.;
  • Explosibles: O inside de Punta Rocas, um pouco mais ao sul, é chamado de Explosibles. É um shorebreack de grande qualidade, com uma onda que quebra bem perto da beira, com baixa profundidade e muita força, sendo comum ver muitas pranchas quebradas por lá.
  • Peñascal: esta onda está localizada no extremo norte da baía do balneário de San Bartolo, e é considerada, por sua grande potencia e tamanho, junto com San Gallán, uma das melhores direitas do país. Quando quebra com mais de 10 pés a coisa fica séria e alguns a chamam de "Sunset Peruano".A onda precisa de pelo menos 6 pés para começar a funcionar. O lip é grosso, ao estilo hawaiano, e a espuma é muito poderosa. Somente para surfistas experientes. Suporta até 20 pés de tamanho. O equipamento recomendado são prancha grandes, entre 7 e 8 pés.
  • San Bartolo: situada por volta do Km 60 da Panamericana Sur, é o balneário mais importante da zona de Punta Hermosa. É como uma cidade pequena, possuindo toda a infra-estrutura. No verão a praia fica repleta de banhistas e rola uma noite forte.Nesta praia quebram duas ondas, uma esquerda e uma direita (conhecidas como Derechitas e Izquierditas), cada uma localizada em um dos lados do molhe, localizado no meio da praia. A esquerda é geralmente mais pequena, porém mais perfeita que a direita.Em ambas o fundo é de pedra e tem que ter cuidado na saída por causa dos ouriços. A entrada se faz atirando-se do molhe.

MELHOR ÉPOCA
Para os big riders, maio e junho porque as ondas são bem grandes..Nos arredores de Punta Hermosa, local que possui as maiores ondas do país, qauebram durante estes meses, mas recebem ondulações durante todo o ano. A costa peruana é banhada pelo oceano Pacífico e a sua paisagem é, maioritariamente, árida e seca. Durante os meses de Inverno (Abr-Out) é normal estar um bocado frio e, quase sempre, uma fina camada de névoa a que os peruanos chamam "garua", que, na minha opinião, não incomoda assim tanto nos vários dias fantásticos de "sol de inverno". Durante o Verão (Nov-Mar), o tempo é mais quente e húmido (sendo que na costa chove sempre muito pouco) e, como não há "garua", o sol brilha com mais força, chegando-se facilmente aos 30º graus e mais.


O QUE LEVAR 
Em qualquer estação a costa peruana tem neblina e ventos. Leve agasalhos confortáveis e quentes. É fundamental um bom quiver com pranchas indo de 6\'/4" - 6\'/7 para os médios sweels e acima de 7\'0 pés para os dispostos a surfarem Punta Rocas e Kontike nos dias grandes, e pranchas acima de 8\'0 pés para que pretende surfar Pico Alto.No inverno, long john 3 mm, botinha, leash acima de 8 pés e muita disposição. No verão, short john 2 mm, calção e lycra. No verão não é necessário roupa de borracha, já no inverno um long 3.2 é o suficiente. Faz 30 graus no verão e cerca de 17 no inverno.Quiver: Se você tiver pranchas grandes e pequenas é melhor trazê-las. Tem onda para todos os gostos.

Nosso pacote inclui

  • Traslado aeroporto Lima/ hotel em Punta Hermosa/aeroporto Lima em serviço regular.
  • 3 pernoites no hotel de sua escolha com banheiro privativo e café da manhã, não inclui Early chek in nem late chek out
  • Seguro de Viagem Internacional FLYCARD, plano FLY ESPORTES I com cobertura de USD 6.000,00 em assistência média (por evento) em caso de acidentes ou doenças.
    - Em caso de doenças preexistentes, o limite será o mesmo do plano contratado.
    - Até o 5º mês de gravidez (não sendo de risco), haverá atendimento. Sendo esse, conforme condições gerais de cada plano.
    - As coberturas desta apólice são limitadas a segurados com a idade máxima de 80 anos.
    - Estão excluídos dos serviços de assistência às pessoas os seguintes casos. Enfermidades provenientes da participação de apostas, rachas automotivas, competições esportivas, esportes de combate, uso de armas de fogo, ski na neve fora de pistas regulamentadas ou em competições. Práticas de esportes sem os devidos materiais de segurança.
    - Consultar demais itens nas condições gera

 Nosso pacote não inclui:

  • Passagem aérea e taxas de embarque (consulte­nos para realizarmos sua cotação);

  • Excesso de bagagem / transporte pranchas;

  • Alimentação não específicada;

  • Gastos de caráter pessoal;


IMPORTANTE:  Em virtude dos horários dos vôos e horários de ingresso e saída do hotel, o hotel Luisfer Surf Camp que é com pensão completa, incluirá no dia de chegada somente o jantar e no dia de saída somente o café da manhã.  Ha a opção de adquirir localmente as demais refeições.

Já no caso do transfer ao Hostel Casabarco, haverá um suplemente por pessoa de ida e volta no valor de single +  us$ 75,00 - em duplo + Us$ 38,00 e em triplo + Us$ 10,00


*** VALORES SOB CONSULTA ***
 

DOCUMENTAÇÃO: Passageiros em viagem ao Peru deverão ter carteira Civil de identidade expedida pela Secretaria de Segura Pública Estadual em perfeito estado de conservação e com foto atualizada ou passaporte válido. 

  • compartilhe com quem você gosta :)

Sob Consulta